Os piores conselhos que uma agência de propaganda pode te dar.

Share on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Uma agência de propaganda pode, por meio de estratégias, ações e campanhas, fazer com que você impulsione diversos resultados em sua empresa, como o aumento no número de clientes, vendas e construção de uma boa reputação.

Quando você contrata uma agência de propaganda, invariavelmente, você tem em mente que todas as orientações passadas por estes profissionais serão úteis – ou, ao menos, corretas.

Porém, por diversos motivos, a sua agência pode estar afirmando coisas erradas e dando conselhos ruins. Isso não significa apenas – ou necessariamente – que a agência não domina a área em que atua, mas que ela pode estar negligenciando o negócio firmado entre vocês e, consequentemente, afetando os bons resultados esperados.

Veja só alguns dos piores conselhos que as agências de propaganda podem te dar:

 

#1 Quando a agência de propaganda afirma que determinada mídia “não funciona mais”.

Seja tradicional, impressa ou digital, a propaganda é sempre útil para alguma empresa ou nicho. Determinar que algum método não funciona mais é bastante equivocado – o que a agência deve fazer, nesse sentido, é entender quais as mídias mais úteis para seu cliente (ou para você).

Você que é alguém acostumado a negociações de todo o tipo, sabe que sempre existe uma “agenda oculta”. Isso é natural e não necessariamente uma falta de honestidade do fornecedor.

Nesse sentido, toda agência de marketing pode “puxar a sardinha” para a mídia em que tem mais experiência ou algum tipo de vantagem, fazendo com que, nem sempre, a campanha/peça ideal seja desenvolvida para você.

Por isso, não acredite em sensacionalismo! Cada mídia tem a sua relevância em diferentes estratégias de negócio. Procure uma agência de publicidade e propaganda que defenda um ponto de vista não por falta de experiência, mas por convicção embasada em resultados anteriores ou estudos comprovados.

 

#2 Quando a agência de propaganda te orienta a canalizar toda a verba em um só tipo de Mídia.

É evidente que algum tipo de marketing online ou offline será o mais eficaz para determinado fim – vendas, reputação etc. – mas uma só alternativa é uma saída arriscada e antiquada.

Foco é fundamental, é claro, mas nenhum grande anunciante coloca, hoje em dia, todos os ovos em uma só cesta! Isso não significa uma aversão aos riscos, é, na verdade, um reflexo do próprio consumidor, que é multifacetado e multimídia.

Como você deve conversar com seus clientes em diversos momentos – até mesmo quando ele ainda não se tornou um consumidor, vale lembrar – a pluralidade de mídias é não somente natural, como extremamente necessária.

 

agência propaganda conselhos

#3 Quando a agência te induz a ignorar as opiniões negativas de clientes e críticos.

É elementar: todas as críticas são úteis para melhorar serviços, tanto os seus, quanto os da própria agência de publicidade. Não acredite em quem te diz que a melhor saída é ignorá-las!

Na era em que vivemos, a das redes sociais, os chamados “haters” ocupam cada vez mais a Internet, disseminando uma cultura de depreciação, inclusive de marcas e empresas. É importante saber lidar com esse novo tipo de consumidor, separando as críticas construtivas das puramente odiosas e, de forma sempre humanizada, respondendo tudo o que for possível.

Para evitar que comentários positivos ou construtivos se percam entre os haters, procure criar canais de atendimento específicos para essa finalidade.

 

#4 Quando a agência sugere que você faça propaganda somente para conquistar novos clientes.

Esquecer-se do público cativo, já fiel ou usuário da marca, é um erro crasso. Quando você faz propaganda somente para atrair clientes, acaba negligenciando o público que poderia se encantar com a sua marca, tornando-se fiel e, até mesmo, divulgador dela.

Muitas empresas modernas trabalham com o conceito de farmers e hunters, onde cada time tem um papel diferente: um é focado em manter e o outro em caçar novos clientes. Talvez você já faça isso sem utilizar esta definição, mas a sua agência também tem que estar alinhada à estratégia e, por conseguinte, deve trabalhar diferentes linhas de comunicação para ambos os públicos.

 

agencia de marketing londrina conselhos 1

#5 Quando a agência te sugere alternativas inferiores ou duvidosas devido ao baixo custo.

É óbvio que ninguém quer gastar dinheiro em excesso e/ou à toa! Mas procurar os melhores fornecedores e serviços é dever da sua agência, mesmo que isso signifique um investimento um pouco maior.

As agências de publicidade não podem estar focadas apenas no baixo de custo de serviços terceirizados e afins, mas, prioritariamente, na qualidade, idoneidade, usabilidade e originalidade destes.

Propaganda é uma mistura de arte, ciência, bom gosto e uma boa dose de intuição – que vem da experiência de cada profissional

Por isso, o baixo custo pode, sim, estar ligado à baixa qualidade – logo, isso pode ocasionar maus resultados.

 

agencia de propaganda conselhos

Mas o que esperar de positivo de uma agência de propaganda?

Esse artigo pode parecer um pouco assustador, mas acreditamos que você precisa estar atento às situações que ocorrem na relação com seu parceiro de propaganda e marketing.

Fique tranquilo: a maioria dos conselhos dados pelas agências de propaganda são bons, e a grande maioria das empresas está focada em oferecer para você os melhores serviços e orientações disponíveis no mercado.

A base de um bom casamento entre agência e cliente é a confiança. Se ela está abalada, talvez seja a hora de sentar para uma boa DR (ou de dar uma olhada nisso aqui ).

Share on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someone

Luciana de Castro

Antes de jornalista, apaixonada por palavras, frases e expressões. Marketing, redes sociais, cinema, moda e gastronomia compõem seu universo – mas nele há mais, muito mais. É redatora da Boyband Comunicação.